domingo, 8 de dezembro de 2019

Cantas e Cramóis de Moldes na inauguração da exposição "Vergílio Pereira: itinerários de um etnógrafo"

Cantas e cramóis do Conjunto Etnográfico de Moldes na inauguração da exposição "Vergílio Pereira: itinerários de um etnógrafo", que decorreu a 5 de dezembro de 2019, no Museu Nacional da Etnologia, em Lisboa. Um convite que muito honrou o grupo. Vergílio Pereira marcou, de forma indelével, o Conjunto Etnográfico de Moldes e o concelho de Arouca.



terça-feira, 1 de outubro de 2019

Feira das Colheitas 2019 - 75.ª edição

Desfile etnográfico e cortejo de açafates: participação no Desfile Etnográfico, Cortejo de Açafates e actuação na 75.ª edição da Feira das Colheitas. No desfile, o grupo representou o quadro etnográfico “O Linho” e, na actuação, apresentou as danças, o cantar, o trajar com brio e o orgulho de, a cada ano, voltar à Feira das Colheitas e contribuir para o engrandecimento da maior manifestação cultural de Arouca.

Fotos: Município de Arouca


Desfile Etnográfico: quadro etnográfico “O Linho”

Cortejo de Açafates

Actuação na Praça Brandão de Vasconcelos

domingo, 18 de agosto de 2019

Retratos do 37.º Festival Internacional de Folclore de Arouca

Decorreu de 15 a 17 de Agosto e assegurou uma programação cultural diversificada que privilegiou distintas formas de manifestação da cultura popular. O programa contemplou a rota etnográfica “Bolo de Augado” que, percorrendo alguns recantos da freguesia de Moldes, permitiu revisitar um passado ainda bem presente, nomeadamente quadros etnográficos ligados ao trabalho no campo e a outras vivências do povo. Pretendeu-se, com esta nova actividade, suscitar o interesse de novos públicos, ir ao encontro da comunidade local e valorizar aqueles que ainda são os portadores de saberes que enriquecem a nossa identidade. 

O programa incluiu ainda o espectáculo de música tradicional com o grupo “Douro Encanto” (Gondomar), no Centro Cultural e Recreativo de Moldes, o espectáculo “Baixinho do Fado – Fado Maroto e Coisas Giras” (Azambuja), na Praça Brandão de Vasconcelos, o desfile etnográfico pelas ruas da vila e o espectáculo de folclore no Terreiro de Santa Mafalda, no qual participaram o Grupo “Romarias Antigas do Rochão” (Camacha, Ilha da Madeira),o Grupo Folclórico de Paços de Brandão (Santa Maria da Feira), o Rancho Coral e Etnográfico de Vila Nova de São Bento (Serpa, Alentejo), o grupo Cantareiras e Pandereteiras da Asociación Xuvenil Xiradela (Galiza, Espanha) e o Conjunto Etnográfico de Moldes. 


Fotografias: Avelino Vieira
Rota etnográfica "Bolo de Augado" - preparação da broa caseira

Rota etnográfica "Bolo de Augado"
Espectáculo de música tradicional com o grupo "Douro Encanto" (Gondomar)

Espectáculo de música tradicional com o grupo "Douro Encanto" (Gondomar)
Espectáculo "Baixinho do Fado - Fado Maroto e Coisas Giras" (Azambuja)
Espectáculo "Baixinho do Fado - Fado Maroto e Coisas Giras" (Azambuja)
Sessão de boas-vindas nos Paços do Concelho aos grupos participantes no espectáculo de folclore 

Sessão de boas-vindas nos Paços do Concelho aos grupos participantes no espectáculo de folclore, com participação especial das cantadeiras do Conjunto Etnográfico de Moldes
Desfile etnográfico pelas principais ruas do centro histórico da vila
.
Espectáculo de folclore no Terreiro de Santa Mafalda: Conjunto Etnográfico de Moldes
Espectáculo de folclore no Terreiro de Santa Mafalda: Cantareiras e Pandereteiras da Asociación Xuvenil Xiradela (Galiza, Espanha)
Espectáculo de folclore no Terreiro de Santa Mafalda: Rancho Coral e Etnográfico de Vila Nova de São Bento (Serpa, Alentejo) 

segunda-feira, 5 de agosto de 2019

XXXVII Festival Internacional de Folclore de Arouca decorre de 15 a 17 de Agosto


Está de regresso mais uma edição do Festival Internacional de Folclore de Arouca. De 15 a 17 de Agosto, o Conjunto Etnográfico de Moldes de Danças e Corais Arouquenses e o Município de Arouca promovem um conjunto de actividades nas quais não faltará música, dança, canto, identidade, cultura popular e ruralidade. A 37.ª edição do festival trará às ruas de Arouca manifestações culturais de Portugal e de Espanha. A ancestralidade e mestria da cultura popular de matriz rural voltarão a marcar os três dias de programação. 


Programa

:: 15 DE AGOSTO (quinta-feira)


» 9h00 - 12h30 | Rota Etnográfica “Bolo de Augado”
Freguesia de Moldes
Ponto de encontro: Lugar do Bairro (percurso circular)
Custo de participação: 7 € (inclui seguro, momentos culturais e lanche com sabores tradicionais)
Inscrição obrigatória: 912 160 758 / 918 890 590
Participação limitada.

» 22h00 - Espetáculo de música tradicional com o grupo “Douro Encanto” (Gondomar)
Centro Cultural e Recreativo de Moldes


:: 16 DE AGOSTO (sexta-feira)

» 22h00 - Espetáculo “Baixinho do Fado - Fado Maroto e Coisas Giras” (Azambuja)
Praça Brandão de Vasconcelos


:: 17 DE AGOSTO (sábado)

» 18h30 - Desfile Etnográfico
Av. 25 de Abril, Alameda D. Domingos de Pinho Brandão, Pr. Brandão de Vasconcelos

» 22h00 - Espetáculo de Folclore com
:: Grupo “Romarias Antigas do Rochão” – Camacha (Ilha da Madeira)
:: Grupo Folclórico de Paços de Brandão – Santa Maria da Feira
:: Cantareiras e Pandereteiras da Asociación Xuvenil Xiradela – Corunha, Galiza (Espanha)
:: Rancho Coral e Etnográfico de Vila Nova de São Bento – Serpa (Alentejo)
:: Conjunto Etnográfico de Moldes – Arouca
:: Coros y Danzas La Fuentona - Província de Cáceres, Extremadura (Espanha)

Terreiro de Santa Mafalda


sexta-feira, 14 de dezembro de 2018

Retratos do 4.º Encontro de Vozes



O evento decorreu no dia 9 de dezembro, a partir das 15h00, na Igreja de Moldes, e teve como protagonistas as vozes da comunidade, através de grupos informais arouquenses oriundos de Moldes, Tropeço e Alvarenga.

O valor patrimonial do canto popular polifónico e a importância das comunidades locais na sua salvaguarda estiveram em destaque num evento que é a prova de que o Cancioneiro de Arouca ainda vive na memória destas comunidades.

Fotos de Carlos Pinho

Conjunto Etnográfico de Moldes

Cantadeiras de Adaúfe, Moldes (Arouca)



Grupo de Noninha, Alvarenga (Arouca)


Cantadeiras de Ponte de Telhe, Moldes (Arouca)


Cantadeiras de Tropeço (Arouca)



Sergey, Olga e Anastasiia Shtefan (Ucrânia)

Margarida Belém, Presidente da Câmara Municipal de Arouca, com as Cantadeiras do grupo organizador

Encerramento do Encontro de Vozes com todas as Cantadeiras a "botar um a canta"

terça-feira, 27 de novembro de 2018

Vozes do canto popular encontram-se em Moldes a 9 de Dezembro no 4.º Encontro de Vozes



O Conjunto Etnográfico de Moldes organiza no próximo dia 9 de Dezembro (domingo), o 4.º Encontro de Vozes. O evento decorrerá a partir das 15h00 na Igreja de Moldes e terá como protagonistas as vozes da comunidade, através de grupos informais arouquenses oriundos de Moldes, Tropeço e Alvarenga.
O valor patrimonial do canto popular polifónico e a importância das comunidades locais na sua salvaguarda voltam a estar em destaque num evento que é a prova de que o Cancioneiro de Arouca ainda vive na memória destas comunidades e que é possível resgatar.
Darão voz ao 4.º Encontro de Vozes o Conjunto Etnográfico de Moldes, as Cantadeiras de Adaúfe (Moldes), as Cantadeiras de Noninha (Alvarenga), as Cantadeiras de Ponte de Telhe (Moldes) e as Cantadeiras de Tropeço. Esta edição terá ainda um apontamento internacional, com um grupo da Ucrânia, que confirmará a universalidade do canto popular polifónico.


sábado, 6 de outubro de 2018

Feira das Colheitas 2018

As danças, o cantar, o trajar com brio e, acima de tudo, o orgulho de, a cada ano, voltarmos à Feira das Colheitas e contribuirmos para o engrandecimento da maior manifestação cultural de Arouca.  

Fotos do Município de Arouca







sexta-feira, 3 de agosto de 2018

XXXVI Festival Internacional de Folclore de Arouca: cinco dias dedicados à cultura popular

Dar protagonismo à cultura popular e às comunidades locais sem esquecer a interculturalidade é o mote de mais uma edição do Festival Internacional de Folclore de Arouca. Concertinas, bombos, cavaquinhos e também o adufe e a gaita-de-foles galega e transmontana são alguns dos instrumentos que darão sonoridade e vida a cinco dias de programação da 36.ª edição deste festival, em que a ancestralidade e mestria da cultura popular de matriz rural continuam a ser as traves mestras.

Procurar novos públicos e ir ao encontro das comunidades locais potenciou, pelo segundo ano consecutivo, a descentralização das actividades para as aldeias da freguesia de Moldes. Desta forma, o Conjunto Etnográfico de Moldes proporciona uma oferta cultural nestas aldeias e, sobretudo, contribui para a valorização daqueles que são ainda os portadores de artes e saberes que enriquecessem a nossa identidade.

Mas há novidades. Da Galiza, os regueifeiros trazem a riqueza que resulta do contacto entre povos e mostram uma simbiose que não se subjuga às fronteiras geográficas. As regueifas da Galiza assemelham-se aos nossos cantares ao desafio. O grupo «Foice» vai revelar a mutabilidade da cultura popular e permitirá que se escute sons de agora e de outrora, tanto de Portugal como da Galiza. Ao mesmo tempo, o público poderá aprender os passos das repasseados, das chulas, dos viras e das muinheiras, no workshop de dança.

A importância do saber-fazer continua a ser valorizada com uma oficina de construção e manipulação de bonecos de luva, com a qual se procura introduzir nas artes dos fantoches os mais novos.

O festival encerrará com o «Espectáculo de Folclore» que levará a palco especificidades regionais tão díspares como a identidade marítima de Angeiras e a identidade serrana transmontana dos Pauliteiros de Miranda, entre outras. Nesta noite, não faltará também a exuberância de um grupo da Sérvia, que assegura a internacionalização do festival. 


PROGRAMA  

::: 14 de Agosto 2018 (terça-feira)

22:00 –  Baile com o Grupo de Concertinas do Museu Regional de Cucujães
Largo da Capela, em Ponte de Telhe (Moldes)


::: 15 de Agosto 2018 (quarta-feira)

21:30 – Arruada pelo Grupo de Bombos de Provesende  (Arouca)
Lugares de Aldeia, Outeiro-Meão e Paços (Moldes)

22:00 – Espectáculo com o Grupo de Cavaquinhos da União Popular da Rebordosa  (Lorvão, Penacova)
Centro Cultural e Recreativo de Moldes


::: 16 de Agosto 2018 (quinta-feira)

14:30-17:30 –  Oficina de construção e manipulação de bonecos de luva  (fantoches)
Duração total de 6 horas repartidas pelos dias 16 e 17 Agosto. Informações e inscrições pelo nº: 96 610 81 78 | N.º máximo de participantes: 20 | Idade mínima: 9 anos
Escola Básica de Paços (Moldes)

22:00 –  Teatro Dom Roberto “Barbeiro” e “Tourada Portuguesa” pela Companhia Red Cloud Teatro de Marionetas
Escola Básica de Paços, Moldes


::: 17 de Agosto de 2018 (sexta-feira)

09:30-12:30 –  Oficina de construção e manipulação de bonecos de luva  (fantoches)  (continuação do dia 16)
Escola Básica de Paços (Moldes)

22:00 – Regueifa Galega (cantar ao desafio da Galiza) com Bieito Lobariñas e Josiño da Teixeira
           – Espectáculo e Workshop de dança com o grupo “FOICE”
Praça Brandão de Vasconcelos


::: 18 de Agosto de 2018 (sábado)

18:30 – Desfile Etnográfico
Av. 25 de Abril, Alameda D. Domingos de Pinho Brandão, Pr. Brandão de Vasconcelos

22:00 – Espectáculo de Folclore com
  • Rancho dos Sargaceiras e Marítimos de Angeiras – Matosinhos
  • Rancho Folclórico de Canelas – Vila Nova de Gaia
  • Grupo Folclórico Cancioneiro de Cantanhede – Cantanhede
  • Grupo de Pauliteiros de Miranda – Miranda do Douro (Fonte de Aldeia)
  • Conjunto Etnográfico de Moldes – Arouca
  • Фолклорна група Branko Markovic – Sérvia
Terreiro de Santa Mafalda

segunda-feira, 30 de abril de 2018

Vozes de Moldes integram comemoração de «Dias do Património a Norte» em Arouca


A iniciativa «Dias do Património a Norte» é promovida pela Direção Regional de Cultura do Norte, em parceria com vários municípios da região Norte, sendo cofinanciada pelo Programa Norte 2020, através do FEDER. 

O primeiro evento desta programação em rede decorreu nos dias 20 e 21 de abril, no Mosteiro Santa Maria de Arouca.
Durante dois dias, as portadas do Mosteiro abriram-se para receber atividades para todas as idades, onde se incluiram visitas-jogo pelo monumento, degustação de Vitela Arouquesa, conversas sobre património e redes do saber e concertos para diferentes públicos. 

O Conjunto Etnográfico de Moldes integrou o Concerto performance criado por grupos de Arouca.

Foto: Município de Arouca

Foto: Município de Arouca